Início » 10 coisas que você não sabe sobre o Ramadã

10 coisas que você não sabe sobre o Ramadã

por Natália Santiago

O Ramadã se inicia hoje! Eu particularmente tinha ouvido falar muito pouco sobre esse evento, sabia praticamente nada. Mas desde que me mudei pra Alemanha, comecei a fazer muitos amigos muçulmanos, e com a chegada do Ramadã, esse assunto virou recorrente pra mim! Mas pensando na Natália de antes, resolvi fazer esse post para informar e despertar a curiosidade de vocês. Acredito que viagem não seja só pontos turísticos, e sim conhecer novas culturas. Como atualmente não podemos viajar, vamos viajar pela internet ?

Abaixo listei 10 coisas que você não sabe sabe o Ramadã! Espero que gostem! E ah, claro, tive ajuda dos meus amigos, sem eles, esse post não sairia. E fiquei muito surpresa e animada com a felicidade deles de poder explicar algo tão importante pra eles para pessoas que não conhecem a cultura deles, demais né ?

1. O que é o Ramadã ?

O Ramadã é um dos meses mais santos para os muçulmanos. É o 9º mês do calendário islâmico que é baseado em ciclos lunares. É por isso que a data do Ramadã muda a cada ano. Os muçulmanos acreditam que é o mês em que os primeiros versos do Alcorão foram revelados ao Profeta Muhammad. 

2. Jejum no Ramadã é um dos 5 pilares do Islã.

 É obrigatório para todos os muçulmanos, porém algumas exceções se aplicam, como os mais velhos, pessoas com doenças, mulheres grávidas ou menstruadas (essas podem repor depois que o Ramadã terminar se desejarem). 

Os Cinco Pilares do Islamismo consistem em:

  • Shahadah: recitando com sinceridade a profissão de fé muçulmana
  • Salat: realizando orações rituais da maneira correta cinco vezes ao dia
  • Zakat: pagamento de uma esmola (ou caridade) para beneficiar os pobres e os necessitados
  • Sawm: jejum durante o mês do Ramadan
  • Hajj: peregrinação a Meca

3. Os muçulmanos jejuam do nascer ao pôr-do-sol durante todo o mês do Ramadã. 

O jejum inclui: comidas, bebidas (inclusive água), nenhum tipo de fumo, e nenhuma atividade sexual desde o nascer do sol até o pôr-do-sol.

Um dia de jejum começa com a primeira refeição que começa aproximadamente uma hora antes do amanhecer. Contém alimentos que podem atender às suas necessidades de água. Resumindo, eles precisam de refeições mais pesadas para estarem cumprindo, pois vão ficar o dia inteiro sem comer e beber. Por exemplo, iogurte, frutas, etc e coisas menos oleosas e quentes como o chá, porque isso pode deixar uma pessoa com muita sede. Pessoas que usam este mês para se desintoxicar ou perder peso têm um plano de dieta totalmente diferente.

4. Um jejum geralmente dura de 12 a 15 horas, dependendo do país em que você está. 

Em alguns países como os Emirados Árabes Unidos os períodos de trabalho, escola e faculdade são mais curtos, para que seja mais fácil para as pessoas administrarem esse período. Durante o dia, quase todas as lojas e entretenimento estão fechadas, e por isso não recomendo viajar para os países muçulmanos durante o Ramadã. Alguns lugares muito turísticos, como Dubai, permanecem abertos por causa da alta importância do turismo para o país. 

5. Após o jejum, a primeira coisa que eles comem é uma tâmara e água.

Ao pôr-do-sol, tem-se o “Iftaar”, refeição geralmente com uma grande variedade de alimentos, mas eles quebram o jejum comendo uma tâmara e com água. As crianças se concentram mais nas coisas fritas porque é o único mês do ano em que você pode comer todos as suas comidas favoritas todos os dias. É difícil para os pais dizerem não à uma criança que está jejuando todos os dias. Os mais velhos geralmente se concentram mais em uma mistura de frutas, sucos frescos e laticínios.

Depois de comer esses petiscos, eles rezam e depois é seguido de um jantar. As pessoas organizam jantares especiais de ‘Iftaar’ para seus amigos e familiares. Algumas mesquitas organizam ‘Iftaar’ diariamente em grande escala para pessoas pobres. E todos são bem-vindos para ir e comer dessas mesquitas.

Comida durante o ramada
Pakora - prato tipico
Pakora – um prato típico bem presente no jantar

6. A vida noturna é muito mais ativa.

Depois do jantar é também o momento em que as pessoas começam a sair e as ruas e mercados estão cheios de gente. A vida noturna fica muito mais interessante, com muitas coisas abertas até tarde. 

7. Não se trata apenas de comida. 

Para os muçulmanos, não se trata apenas de evitar a comida, mas também de se reabilitar de maus hábitos, vícios e de ser mais caridoso, paciente e humano. Por respeito a este mês, eles não devem trapacear, jurar, mentir ou evitar estritamente qualquer coisa que prejudique outra pessoa de alguma forma. 

Eles oferecem regularmente 5 vezes por dia orações com pontualidade e mais regularidade do que nos dias normais.  A maioria dos muçulmanos também completam a leitura do Alcorão (seu livro sagrado) pelo menos uma vez durante o Ramadã.

Ramadã
Ramadã é o tempo de esvaziar seu estômago e alimentar sua alma

8. Os muçulmanos tendem a fazer o máximo de bem possível neste mês, pois também acreditam que a recompensa seja multiplicada

Por essa razão, as pessoas tendem a ser mais generosas no Ramadã e tentam fazer o máximo de caridade possível. Em termos de dinheiro ou mesmo oferecer comida às pessoas. Dar uma quantia fixa de caridade a cada ano, com base em seus bens, é outro pilar do islamismo e as pessoas tentam fazer esse ato em Ramadã para receber mais bênçãos. 

9. Nos últimos dez dias do Ramadã, algumas pessoas se “hospedam”em suas mesquitas e longe da família para desenvolver uma conexão mais espiritual com Alá e ficar longe da vida mundana.

Nas mesquitas, elas conseguem mais espaço, mais tempo para pedir perdão e pensar em si mesmas e oram o máximo que podem. Esta prática é chamada “ittikaf” e é praticada principalmente por pessoas idosas. É preciso se inscrever para conseguir um lugar em uma mesquita, há apenas espaços limitados. 

Acredita-se que um desses dias, chamado noite Al-Qadr (Lailatu Al-Qadr), é um dia em que todas as orações/ desejos e expiação completa são entregues. Ninguém sabe quando vai chegar até que passe. E é por isso que os muçulmanos se entregam ainda mais em orações e boas ações para não falharem.

10. No final, eles têm três dias de celebrações.

No final do Ramadã, há três dias de comemoração chamado “Eid al Fitr”, ou “Festival para terminar o jejum”. As famílias se reúnem para grandes jantares, as mulheres aplicam hena, todos vestem roupas tradicionais novas por três dias e as crianças recebem dinheiro dos mais velhos. É como a maior festa dos países islâmicos. Há felicidade em todos os lugares. Ao contrário de viajar durante o Ramadã, tá super recomendado viajar para países muçulmanos durante o Eid, pode ser muito divertido.

Espero que tenham gostado, fizemos com bastante carinho e comentem aqui embaixo o que acharam! Obrigada! E Feliz Ramadã!

Nota para o Ramadão de 2020, este ano, por causa do corona vírus, o Ramadã deve ser muito diferente do que é habitual. Eles não terão grandes reuniões como normalmente fazem, e algumas mesquitas estarão fechadas.

Obs: Aqui na Alemanha é o primeiro pôr do sol do Ramadã, já vou perguntar pros meus amigos o que eles vão comer hoje !

Salve esse post no seu Pinterest!

You may also like

19 Comentários

Tais April 24, 2020 - 7:09 pm

QUE MAXIMO!!! Eu sabia de algumas coisas ai dessa lista por ter viajado por paises de religião muçulmana e ter captado coisas pelo caminho e respeito maximo a eles que sempre me acolheram tão bem, (fora a paciencia de explicar pra alguem que nao sabia nada sobre os costumes deles).
Adorei o post! =)

Responder
Natália Santiago April 25, 2020 - 11:26 am

Realmente!! eles tem muita paciência comigo, me explicando, e reexplicando quando não entendo ahaha

Responder
Carina April 24, 2020 - 7:53 pm

Adorei o post! Muito informativo! =)

Responder
Natália Santiago April 25, 2020 - 11:26 am

Obrigadaaa! =)))

Responder
ALICE PECCINI MELO April 25, 2020 - 11:45 am

Amei! Realmente conhecer culturas novas é uma grande parte do encanto das viagens! Obrigada por nos trazer um pouco disso! Não conhecia nada sobre o Ramadã, adorei!

Responder
Natália Santiago April 25, 2020 - 11:50 am

ahhh obrigada!! que bom que gostouuuuu ! Novidade pra gente né ?

Responder
Lucinéia April 25, 2020 - 12:36 pm

Adorei ler sobre, parabéns.

Responder
Natália Santiago April 26, 2020 - 2:12 pm

Obrigada!!

Responder
Alverson April 25, 2020 - 12:45 pm

Experimentei o Ramadã em Istambul e foi também quando aprendi algumas coisas sobre o assunto. O que me chamou mais atenção foram as grandes reuniões noturnas em uma praça pública e a energia viva entre as pessoas. Foi uma experiência incrível. Obrigado pelo texto que me fez aprender mais sobre o Ramadã.

Responder
Natália Santiago April 26, 2020 - 2:12 pm

Obrigada tio!! Imagino que tenha sido uma experiência incrível! Aqui tenho visto muita gnt na rua a noite, achei muito legal!

Responder
Bianca Barufi April 25, 2020 - 1:49 pm

Naaaat, que texto sensacional! Obrigadaaa.

Responder
Natália Santiago April 26, 2020 - 2:12 pm

Obrigada amiga!!!

Responder
Glória Paulino April 25, 2020 - 3:49 pm

Muito boa a explicação. Direta e objetiva. Sua escrita é simples e fácil de entender. Conhecia muito pouco do Ramadã e agora entendo um pouco mais. Parabéns e continue nos alimentando com histórias!

Responder
Natália Santiago April 26, 2020 - 2:13 pm

Fico feliz que gostou! Muito obrigada pelo seu comentário!

Responder
Iris Diniz April 25, 2020 - 7:19 pm

Amei Natália! Muito legal o conteúdo do seu post! Bjs

Responder
Natália Santiago April 26, 2020 - 2:13 pm

Obrigada Íris! fico feliz que gostou !! =))

Responder
Veerendra April 29, 2020 - 9:51 pm

Nice blog post Natalia 🙂

Responder
Natália Santiago April 30, 2020 - 4:59 pm

Thanks!!

Responder
Fabiano March 12, 2021 - 3:40 am

Tinha um amigo, talvez o melhor deles,que morreu recentemente. Porém, viveu na Arábia muitos anos e contava tudo isso e muito mais.Procura saber o que é a sharia e,cuidado, não virar tão radical como eles.

Responder

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More