Início » Tudo sobre Huaraz no Peru

Tudo sobre Huaraz no Peru

por Natália Santiago

Uma cidadezinha pacata ao norte do Peru tem atraídos muito turistas a procura de trilhas e montanhas de tirar o fôlego, literalmente rs. Localizada a 3.000m de altitude, a cidade não é brincadeira, é preciso um preparo e adaptação na sua chegada. Mas fique tranquilo, vou resumir tudo o que você precisa sobre Huaraz, outro paraíso peruano. A melhor época para conhecer o peru é de maio a outubro, pois no restante do ano as chuvas podem atrapalhar os passeios.

Não lembro como cheguei a conhecer Huaraz (acho que foi pela Laguna 69 – foto da capa), mas quando comecei a programar minha viagem, não consegui deixar fora do roteiro, queria conhecer essa cidade conhecida pelos seus lindos trekkings e lagunas. Não sei se foi porque foi a primeira cidade da minha viagem, mas Huaraz ganhou meu coração de uma maneira sem igual. O Peru é muito mais que Machu Picchu! ♥

Huaraz fica localizado ao norte do Peru no parque nacional de Huascaran. A história desse parque, das montanhas é muito interessante! Mas acho que vai ser muito melhor você ouvir do próprio guia, faz parte da viagem ;).

Fui em Maio/2019 e nessa época a conversão estava 1 real = 0,81 soles – isso na melhor das taxas (que tivemos que ir no centro, perdemos tempo etc..) . Indico MUITO levar dólar/euro!! Não leve real, mesmo que ache que vai perder nas duas conversões (comprar dólar/euro e depois soles). Leve dólar/euro, fiz as contas e no final é muuuito melhor ter uma moeda com maior poder de compra. Em lugares como Huaraz por exemplo, só aceitam dólar/euro.

Como chegar em Huaraz

A melhor maneira é de ônibus! Sim! Não alugue carro, pois apesar de parecer mais prático, não é. Também é possível ir de avião, mas os preços são bem salgados, e o ônibus te ajuda com a adaptação gradual à altitude.

A viagem de ônibus é ótima, pois os ônibus das empresas peruanas são bem confortáveis, e tem até serviço de bordo. Dá pra fazer o país inteiro por ônibus! A princípio, o melhor lugar para pegar o ônibus para Huaraz é Lima. A viagem dá em torno de 8h, tem horário durante a noite, você vai dormindo e ainda economiza uma hospedagem (fiz bastante isso).Os preços variam conforme horário, disponibilidade e conforto da poltrona e varia de uns 50 até 90 soles.

Usei o site redbus.pe para comprar os tickets e foi bem tranquilo. Pelo menos o da ida (Lima -> Huaraz) eu sugiro comprar antes, porque em Lima é meio contramão ir na bilheteria da empresa, não fica próximo ao centro e só vai te dar dor de cabeça. Porém a volta para Lima (Huaraz -> Lima) pode comprar em Huaraz mesmo, de acordo com seu cronograma, eles tem bastante disponibilidade mesmo em alta temporada (que eu fui). Como eu estava com tempo flexível, eu decidi e comprei no dia que ia voltar.

Onibus para Huaraz
ônibus para Huaraz

Onde se hospedar

A cidade é beeem pequena, é possível andar por toda a cidade, então basicamente não existe ficar “longe do centro”. Mas normalmente uma boa referência é a Plaza de Armas da cidade, é o centrinho. São poucas opções de hostel (albergues) se vc for comparar com cidades maiores tipo Cusco. Como a cidade é voltada mais para o turismo de trilhas, seu público é mais voltado para hospedagens mais simples e não hotéis de redes. Eu fiquei no Andes Huaraz e adorei! Consegui fazer checkin cedo, dava pra tomar banho mesmo depois do checkout, tem uma cozinha boa e ainda tem café da manhã! Na época paguei 20 soles e foi excelente! Meus amigos ficaram no Akilpo e também gostaram. As hospedagens costumam ser bem acolhedoras, cidade pequena e aconchegante.

Hostel Alpes Huaraz
Hostel Alpes Huaraz

Adaptação

A altitude não é brincadeira! Mesmo! Não superestime seu corpo, mesmo que você seja uma pessoa ativa. É importante tomar alguns cuidados quando se está planejando uma viagem para lugares em alta altitude. Eu sugiro separar o primeiro dia para adaptação, e não fazer passeio logo no primeiro dia. Eu cheguei de manhã e fui só andar pela cidade, conhecer a cidade e tirar umas fotos. A adaptação é muito importante porque senão você não vai aguentar os passeios e vai perder a viagem. É normal sentir uma dificuldade de respirar, e por isso também é importante andar (no seu ritmo) para que o corpo comece a se adaptar com o ar rarefeito.

Outra dica super importante: TOME BASTANTE ÁGUA, UNS 4L POR DIA!!!!! Esse é o grande segredo, ÁGUA. Tomar chá de coca, e mascar folha de coca também é muito importante, mas eu não me adaptei com o chá e com a folha, então minha saída foi bastante água!! Claro que também é bom levar soro fisiológico em pó, remédio pra dores musculares, remédio pra dor de cabeça (eu senti muita dor de cabeça depois de um passeio) mas água é o principal. Também tem um remédio para Soroche (mal de altitude) que é possível comprar lá. Outra dica, é priorizar alimentos de mais fácil digestão (evitar carne vermelha) e também evitar gordura.

O que fazer em Huaraz

Huaraz tem passeios tanto para os mais experientes (não é o meu caso) quanto para os iniciantes! E, apesar de ser super iniciante nesse tipo de atividade, eu AMEI! Fiz três passeios : Laguna Parón, Laguna 69 e Glaciar Pastoruri, e como uma pessoa super indecisa, fiz cada passeio com uma agência! hahahah. Achei a quantidade de trilhas ideal, e os lugares lindos demais, incrível! Os passeios normalmente saem de manhã cedo, e duram o dia todo, por isso é importante levar lanches e água para o dia (mesmo que alguns você deixe na van). Os preços dos passeios são bem acessíveis, e não tem necessidade de reservar com antecedência, lá eles reservam pro dia seguinte com facilidade. Vi algumas indicações de Blogs para umas agências mais caras, mas não achei viável pagar caro em dólares. Tem empresas boas que fazem um serviço justo por MUITO menos.

Laguna Parón

Laguna Parón
Laguna Parón

Indico fazer essa laguna como o primeiro passeio, como uma adaptação. Também é um passeio de dia inteiro, sai pela manhã e volta à tarde. Por essa razão é sempre importante levar lanches e água para aguentar durante o dia, os passeios normalmente não incluem almoço (sempre bom perguntar). Mas vou se sincera, preferi levar lanches e comer bem quando voltei pra Huaraz. Sugiro levar duas garrafas de 1,5L e deixar uma na van pra volta. Na base da laguna tem banheiro – sempre importante, já que bebemos muuuita água por causa da altitude!

A laguna fica a 4.200m de altitude, mas se não quiser subir para o mirante, a vista ainda sim é MUITO linda. A van chega até a base da Laguna, então basicamente a trilha é apenas para o mirante. A trilha é um pouco íngrime, e vou ser sincera, eu me assustei quando vi o tamanho da subida. Porém o segredo é andar devagar, levar bastante água, e não se desesperar (pra respiração não acelerar). Faça a subida junto com o seu grupo e guia, que vai te ajudar bastante se você tiver sozinho. Também é possível fazer um passeio de caiaque pela laguna, achei interessante, porém não quis me aventurar não haha. Li relatos de pessoas que não subiram no mirante, e andaram pela margem da laguna.

Preço (Maio/2019): 45 soles passeio + 5 soles de entrada

Laguna Parón
Laguna Parón

Laguna 69

A mais famosa da região, a Laguna 69 é um dos passeios mais famosos de Huaraz. Arrisco dizer que é o que chama as pessoas para essa região haha. Foi o que chamou a minha atenção para Huaraz. É a trilha mais difícil para os iniciantes, e por isso não indico ir no primeiro dia, é bem puxada. Até gente que já tinha uma certa experiência sofreu, eu sofri bastante (não tenho muita experiência mas depois fiquei bem orgulhosa de mim!). São em torno de 3h ida e 2h30min volta, os últimos 30 min são os piores, mas vale a pena chegar no final. Lá em cima o tempo médio é de 30 min, suficiente para tirar foto e descansar. Vai aos poucos, parando, que você vai chegar lá!

São 18km ida e volta, e numa altitude de 4000m, ou seja, não é fácil. Estar bem adaptada à altitude é essencial para fazer os passeios bem, mais um vez a importância de beber água! Esse passeio fiz com a agência parceira do hostel Alpes Huaraz, e pra mim foi a melhor dentre as três que usei. Mesmo que você não fique hospedado lá, sugiro ir fechar o passeio com essa agência, o preço é super acessível.

Sugiro levar comida (sanduíches, frutas, barras de cereal…) e bastante água (1,5L mínimo). E não esquecer de trazer de volta o lixo hein, mesmo sendo casca de banana!!

Preço (Maio/2019): 35 soles passeio + 30 soles de entrada

Laguna 69
Laguna 69

Glaciar Pastoruri

Escolhi o glaciar como o terceiro passeio, um dos fatores foi porque tem chances de desaparecer nos próximos anos. Sabia que a quantidade da geleira já estaria beeem menor. Achei que o pior de altitude teria passado com a Laguna 69, e que eu estaria aclimatada, porém eu estava super enganada. O glaciar fica a 5000m de altitude, e apesar de curta (apenas 2,5km ida – 50min) eu sofri bastante, cada passo foi com muito esforço. As fotos valeram o passeio, porém na volta sofri com muita dor de cabeça, tomei chá de coca e bastante água mas não adiantou, a dor de cabeça foi BEM forte, normal com altitude. Outra coisa que não gostei foi a qualidade da van que fomos (fechamos com a agência parceira do hostel Akilpo), preferi a da Laguna 69.

Preço (Maio/2019): 30 soles passeio+ 30 soles de entrada

Caminho Glaciar Pastoruri
Caminho Glaciar Pastoruri
Glaciar Pastoruri
Glaciar Pastoruri

Onde comer

Um lugar que ameeei conhecer, o preço é um pouco mais salgado que outros lugares foi o Café Andino. Comi um belo prato de Lomo Saltado com papas fritas (prato típico do peru) por 30 soles e ameiii! Me dei de presente depois da trilha da Laguna 69 haha

A comida no geral é bem acessível, e é possível provar tantas coisas diferentes e deliciosas!

O que levar na mala

Comprei minhas roupas de inverno todas na Decathlon, e acho o preço e qualidade deles excelente!

  • Fleece (suéter quentinho pra colocar embaixo do casaco)
  • Jaqueta corta vento e impermeável (muuuito importante)
  • Bota para trekking, de preferência impermeável. (Acabei achando botas melhores e mais baratas em Lima/Huaraz do que no Brasil, mas é meio arriscado chegar lá e não ter seu número ou então a bota não estar amaciada)
  • Mochila pequena/média para as trilhas
  • Luvas, gorros e cachecóis eu sugiro deixar pra comprar lá. Tem TANTA coisa linda e de ótima qualidade com preços excelentes!
  • Calça para trilhas (de fleece e/ou de microfibra – depende do seu gosto)
  • Meia própria para trilhas (comprei uma quentinha lá em Huaraz)
  • Roupa térmica (dependendo da época do ano, e se você sentir muito frio)
  • Toalha de microfibra seca rápido (AMO! acho um item indispensável!)
  • Protetor solar e bastante hidratante (sugiro levar os que você já está acostumado)

Tenha sempre com você álcool gel, e papel higiênico!

Outro passeio que eu também sugiro se estiver com tempo é a Laguna Churup. Tem outro passeio que é bem legal para as geleiras, em que você realmente vai na neve, mas achei caro (uns 180 USD) e não fiz. Tem outros trekkings de três a 8 dias (um dos mais famosos do mundo) mas ainda não cheguei nesse nível de trekking haha. Espero que aproveitem muuito Huaraz e se gostaram das dicas ou tiverem alguma dúvida, deixa seu comentário aqui embaixo!

Salve esse post no Pinterest:

You may also like

2 Comentários

Fabiano March 8, 2021 - 4:08 am

Conheci Huaraz como teste.Quase morri na fronteira de Arica/La paz quando morava em Santiago em 2013.Passei 2014 na cama,tive TVP por péssimo atendimento médico. Fui lá em 2015 e recomendaram-me não fazer Pastoruri,pois caminhava mal,mas estive lá, só o caminho e o pequeno Centro de visitantes,valeu a visita.Aqui vi o glaciar de perto,obrigado.
Você conheceu Chan Chan em Trujillo?

Responder
Natália Santiago May 4, 2021 - 7:13 pm

Oi Fabiano, infelizmente não conheci !! Nossa, que barra hein, ainda bem que superou 🙂
Pastoruri tb não gostei tanto assim näo.. preferi Parón !

Responder

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More